HQ: Monstro do Pântano – Raízes

Monstro_do_Pantano

Por Queops Negronski

CLÁSSICOS DC – MONSTRO DO PÂNTANO – RAÍZES – VOLUME 1
Roteiro:
Len Wein
Arte: Bernie Wrightson

Ele não voa, não tem visão de raio “x”, não teve os pais assassinados na sua frente quando criança, não veio de outro planeta, não veste uniforme colante com cores berrantes e nem tem uma identidade secreta. Mesmo totalmente fora das “regras” vigentes desde há muito nos quadrinhos, o Monstro do Pântano é um dos personagens mais emblemáticos das HQ’s e referência de qualidade tanto no conceito quanto nos traços dados a ele desde a época de sua criação, no início dos anos 70. A sua história é calcada na velha e necessária vingança.

Entendam: Alec Holland, um cientista, vive enfurnado em um laboratório secreto nos pântanos da Lousianna (Estados Unidos) auxiliado por Linda, sua amada esposa e assistente, trabalhando numa fórmula biorrestauradora que, espera-se, vai acabar com a fome no mundo (quão nobre!). Lógico que forças inimigas, nesse caso, uma organização criminosa chamada Conclave, fica sabendo dos experimentos do bom doutor e decide que a fórmula ficaria melhor nas mãos deles. Afinal de contas, é para isso que existem os vilões, que no melhor estilo “sem escrúpulos e consideração pelo bem-estar alheio”, decidem explodir o laboratório de Holland com ele dentro por este se negar a ceder-lhes a tal fórmula. Com o corpo em chamas, mas ainda vivo, o cientista se joga nas águas do pântano, procurando uma maneira de aliviar a intensa dor que o consome e finalmente, morrer. Só que isso aqui é uma história em quadrinhos, certo? Certo. E de terror, ok? Ok.

Portanto, façam o seguinte cálculo: um ser humano em chamas + uma fórmula biorrestauradora = O Monstro do Pântano. Este, por sua vez, é um ser horrendo de forma humanóide coberto por musgo e raízes e incapaz de se comunicar verbalmente. Seu único desejo agora é colocar os pontos nos “is” e dar o merecido castigo em quem o deixou em tal condição. Para a nossa sorte, no meio do caminho, além do supracitado Conclave, ele terá que enfrentar um agente do governo que acredita que ele é o assassino de Holland (!), um bruxo/cientista louco, um arremedo do monstro de Frankenstein, um lobisomem… Tudo isso via roteiros de Len Wein (Incrível Hulk, Homem-Aranha, entre vários outros) e desenhos de Bernie Wrightson (que depois de se aventurar pela DC teve vários trabalhos publicados na Warren Publishing, editora de quadrinhos especializada no gênero horror).

O resultado final soa excelente e é, mas a melhor de todas as histórias é a que abre este primeiro volume, uma história solo originalmente publicada na revista “House of Secrets #92” (editada por ninguém menos do que Joe Orlando). Certamente esta é uma das mais tristes e emocionantes já desenhadas, tendo sido o título mais vendido da DC Comics naquele junho/julho de 1972 (o que não é pouca coisa, se lembrarmos que a empresa publica Batman e Superman, por exemplo). Um prato cheio tanto pros fãs de gibis quanto pros fãs do horror.

Que venha o segundo volume.

Clássicos DC – Monstro do Pântano – Raízes – Volume 1
por Len Wein e Bernie Wrightson
Panini Comics
Média de Preço: R$ 19,90


Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.