DICA: A Casa que Pingava Sangue (1971)

house_that_dripped_blood_FOR_JC05647_LPor Queops Negronski

Produção da Amicus com roteiro de Robert Bloch (Psicose) e Russ Jones (criador da revista Creepy), “A Casa que Pingava Sangue” é dividido em segmentos e mostra a investigação de um policial da Scotland Yard (John Bennet) sobre o destino de um ator que desapareceu, sendo que a última morada dele foi a casa que dá nome ao filme.

Method for Murder“, a primeira história, mostra Denholm Elliot (Uma Ponte Longe Demais, Indiana Jones e a Última Cruzada, entre muitos outros), escritor de livros de horror há tempos sem inspiração que espera que a atmosfera idílica do lugar lhe traga de volta a verve, o que realmente acontece, mas não do jeito que ele esperava.

Peter_House-That-Dripped-Blood-5

Wax Works“, a segunda, traz Peter Cushing vivendo um solitário de coração partido que reencontra o amor perdido na figura de uma estátua de cera numa exposição de teor sinistro em um museu idem (a sequência do sonho de Cushing é a cereja do bolo desse filme).

A terceira parte, “Sweets to the sweet“, nos brinda com a presença de Christopher Lee (dando um show de canastrice) interpretando um viúvo que vai morar na casa junto com a filha pequena, uma criança que é impedida de ter contato com outras pessoas da mesma idade a até mesmo de ter brinquedos(!).

christopher lee house 2

Esse comportamento começa a ser desvendado com a chegada de uma professora contratada para ensinar a menina e por fim, “The Cloak”, que mostra o motivo que levou a Scotland Yard a investigar o caso. John Pertwee (que encarnou o Dr. Who entre as temporadas de 1970-1974) vive um decadente ator de filmes de horror contratado para trabalhar num filme de vampiros, que, insatisfeito com o figurino ofertado pela produção, decide ele mesmo ir atrás de uma capa de vampiro mais condizente com o personagem que vai interpretar e a partir daí as coisas mudam de figura.

“A Casa que Pingava Sangue”, mesmo não sendo uma pérola da originalidade, é honesto, divertido e uma excelente pedida para os fãs do gênero.

Título original: The House That Dripped Blood
Direção: Peter Duffell
Roteiro: Robert Bloch
Elenco: John Bryans, John Bennett, Christopher Lee
Origem: Reino Unido

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s