HQ: As musas do terror nos quadrinhos brasileiros

zora-a-mulher-lobo-darte-mc_MLB-O-218442328_2162

(Via She Demons Zine)

As revistas de terror em quadrinhos apareceram por aqui no final dos anos 50, e um tempo depois, começaram a aparecer exemplares realmente escritos e desenhados por talentos nacionais como: Nico Rosso, Flavio Colin, Rubens Francisco Lucchetti, Jayme Cortez e Rodolfo Zalla entre outros.

Pequenas editoras nacionais faziam frente ao material vindo principalmente dos EUA e colocavam um tempero tipicamente brasileiro: O erotismo! Além de mortes mais violentas e doses do misticismo típico de nosso povo, belas garotas com roupas minúsculas, vítimas nuas e vampiras sensuais faziam parte do cardápio.

Nossos quadrinhos ficaram mais “quentes” com mulheres fatais e semi-nuas como Irina, a Bruxa; Mirza, a Mulher Vampiro; Silvana, a Baronesa Vampiro; Kara – A Morta Viva; Nádia, a Mulher Lobo; Naiara, a Filha de Dracula; Zora a Mulher Lobo; Angélica, a Filha de Satã e muitas outras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saiba mais sobre estas personagens aqui.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s