RESENHA: Cooties – A Epidemia (2015)

cooties-poster

[Por Geraldo de Fraga]

E quando os filmes que satirizam os clichês de gênero se transformam em lugares comuns? Pois é justamente desse mal que padece Cooties: A Epidemia (Cooties, 2015), comédia com crianças zumbis que tenta parodiar esse subgênero, mesmo depois de sucessos como Todo Mundo Quase Morto e Zumbilândia. Tenta, mas não consegue.

Clint (Elijah Wood) é um escritor frustrado que retorna à sua cidade natal e precisa trabalhar como professor substituto para se sustentar, enquanto não termina seu primeiro romance. Nesse emprego, ele reencontra seu amor de infância, Lucy (Alison Pill), que namora atualmente com o desleixado professor de Educação Física Wade (Rainn Wilson), formando assim o conflito amoroso da trama.

Cooties-Elijah-Wood-Alison-Pill

Então o que parecia ser mais um dia normal de aula, se transforma num pesadelo para os docentes quando uma das alunas come um nugget contaminado e vira, claro, uma pequena zumbi. A partir daí, a epidemia se alastra e o filme ganha aquele argumento clássico do gênero, com pessoas presas em um prédio sitiado. Porém, nesse caso, a caracterização dos monstrinhos é baseada em filmes como Extermínio e Madrugada dos Mortos, onde a velocidade dos infectados é ampliada com a transformação.

Com o embate entre alunos e mestres montado, chega a hora de vermos o que o roteiro de Cooties preparou para nos fazer rir e… nada. Temos o personagem drogado, o professor com jeito de psicopata, o gay enrustido que acaba saindo do armário num momento de tensão e, mais previsível do que qualquer outra coisa, uma piada com O Senhor dos Anéis. Mas absolutamente nada funciona.

O filme pode até ser taxado de bem intencionado, já que faz uma crítica à alimentação das crianças americanas, mas só isso não o salva de ser uma bomba. O elenco está péssimo. Elijah Wood parece que está ali só pelo nome (e deve estar mesmo, já que é um dos produtores) e Rainn Wilson apenas repete mais um de seus inúmeros personagens que diz e fala coisas desagradáveis. O interessante é que o longa deixa um gancho para uma continuação. Se isso foi uma piada, foi a melhor do filme.

Escala de tocância de terror:

Título original: Cooties
Direção: Jonathan Milot e Cary Murnion
Roteiro: Leigh Whannell e Ian Brennan
Elenco: Elijah Wood, Rainn Wilson e Alison Pill
Origem: EUA

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s