RESENHA: The Walking Dead (6ª Temporada)

[Por Geraldo de Fraga]

* Cuidado! Texto com spoilers

Como é normal em The Walking Dead, a série entrou em recesso após o oitavo episódio e só retorna em fevereiro. Nessa primeira metade, os roteiristas resolveram sacudir a história com um mistério envolvendo a suposta morte de Glenn (Steven Yeun), um dos mocinhos mais queridos pelos fãs. No terceiro capítulo, o personagem se vê encurralado por dezenas de zumbis, numa situação praticamente impossível de escapar. Mas, sim, ele sai ileso.

glenn-steven-yeun-the-walking-dead

O suspense a respeito da morte de Glenn, foi a saída encontrada para agitar uma história que se encontra em um ciclo de repetições há muito tempo. Deu certo em alguma coisa: o público se comoveu, choveram comentários e memes nas redes sociais e a tensão pelo fim do mistério aumentou a audiência do programa. Mas, na narrativa central, pouco acrescentou, já que ele retornou ainda na primeira parte.

Esse mistério meia boca diz muito sobre o andamento do programa. A temporada começou com um plano audacioso de Rick (Andrew Lincoln) para evitar que uma horda de zumbis chegasse à Alexandria. No meio dessa operação, o refúgio é atacado pelos Wolves, e temos aí várias situações de tensão. Tirando um tedioso episódio do tipo flashback, que mostrou porque Morgan (Lennie James) se recusa a matar pessoas, todos os outros capítulos foram focados na ação.

TWD_the-wolves-attack-alexandria

Mas mesmo que a dinâmica tenha melhorado em relação aos anos anteriores, The Walking Dead ainda não largou completamente os momentos de enrolação e cenas inúteis, como quando Spencer (Austin Nichols) tenta passar com uma corda por cima dos zumbis e cria um climão do tipo “não podemos nos arriscar assim”.

O roteiro também continua enchendo linguiça com diálogos que emulam profundidade, mas na verdade soam mais piegas do que qualquer outra coisa. Querem exemplos? a conversa entre Rick e Deanna, quando ela está prestes a morrer, após ser mordida por um zumbi, e o encontro entre Denise (Merritt Wever) e um dos Wolves aprisionado por Morgan.

the-walking-dead-episode-601-rick-michonne

Ainda esse ano, entrará em cena um dos vilões que faz parte do universo dos quadrinhos: Negan, que será interpretado por Jeffrey Dean Morgan. Mas ele só deve aparecer no último episódio da temporada. Com Alexandria tomada por zumbis, após uma igreja abandonada tombar e derrubar o muro, a tendência é que alguns personagens se separem. Com isso teremos mais arcos para acompanhar. Será que The Walking Dead terá fôlego para entregar algo interessante agora? Seguimos aguardando…

Escala de tocância de terror:

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s