DICA DA SEMANA: Calafrios (Shivers, 1975)

[Por Gabriela Alcântara]

Minha dica para este fim de semana caliente é um dos filmes que mais assisti no ano passado: Calafrios, do rei Cronenberg, filmado em 1975.

O filme é um clássico e uma das coisas que mais me atrai nele é que Cronenberg conseguiu, no meio de tanta nojeira, enfiar uma reflexão política sobre uma classe média assustada que decide se refugiar em uma espécie de condomínio-paraíso nos arredores de Montreal, no Canadá. O estilo de vida do condomínio promete ser tão luxuoso, que chega a ser comparado a uma eterna viagem a bordo de um cruzeiro.

Além de vantagens VIP como uma piscina olímpica aquecida com vista para um rio que segue de encontro ao mar e equipamentos de lazer exclusivos para os moradores, os apartamentos trazem uma série de comodidades, equipados com eletrodomésticos modernos e TV a cabo.

Entretanto, logo veremos que a propaganda promete mais do que pode cumprir. A contraposição colocada por Cronenberg entre promessa e “realidade” se dá através de um jogo de montagem e também de caracterização de um dos personagens. Após assistirmos a publicidade do condomínio que dá início ao filme, acompanhamos um casal que chega ao Starliner em busca de um apartamento. Eles são recebidos por um segurança armado e claramente despreparado para isso.

A cena ajuda a compor a caracterização do personagem: frágil e confiante no bom caráter dos condôminos. Não tardará muito dentro da narrativa para que seja atacado. Assim, temos também a impressão de que a segurança do condomínio não é tão forte quanto promete ser. Mas o jogo entre promessa e realidade fica explícito quando Cronenberg contrapõe, através da montagem, imagens pacíficas do condomínio e seu estilo de vida perfeito com cenas de violência. Enquanto a vida corre tranquilamente, um homem ataca uma jovem de aproximadamente 20 anos dentro do condomínio. E é exatamente a partir daí que o jogo começa a virar para a tradicional família canadense.

Permeado por um humor ácido e cenas razoavelmente indigestas, Calafrios é um filme que causa o incômodo que pretende ao mesmo tempo em que nos diverte. Afinal de contas, nada como ver a sociedade branca e perfeita de um condomínio de luxo ser literalmente pervertida por um verme que espalha uma doença ninfomaníaca e mortal na população. As cenas de ataque dos vermes e algumas atuações canastronas só ajudam a aumentar a diversão.

O primeiro longa de David Cronenberg recebeu tratamento especial da Versátil Home Video que lançou o filme no Brasil em uma luva com 2 discos Blu-Ray. Cronenberg Essencial oferece 4 trabalhos do diretor e horas de material extra. Além de Calafrios, a seleção contemplou Os Filhos do Medo, Videodrome e Mistérios e Paixões. Esse pack pode ser encontrado para compra nas melhores lojas.

Um comentário sobre “DICA DA SEMANA: Calafrios (Shivers, 1975)

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s