RESENHA: A Morte Te Dá Parabéns (2017)

[Por Felipe Macêdo]

Quem nunca quis ter uma segunda chance e corrigir algo em sua vida? Tree (Jessica Rothe) teve mais de uma chance pra fazer isso. Ela vive, morre e volta para o mesmo dia e não entende o que está acontecendo. A chave para sair desse pesadelo é descobrir quem é o vilão mascarado que a mata diversas vezes e bem no dia do seu aniversário. Essa é a trama do novo filme da Universal Pictures e Blumhouse, uma parceria que rendeu vários frutos como a franquia “Uma Noite de Crime” e o elogiado “Corra!”. A bola da vez é tentar reviver (opa!) os slasher movies, dando uma nova roupagem ao filme “A Morte Te Dá Parabéns”.

Quem assistiu algum slasher, sabe onde está pisando. A ambientação na faculdade já foi usada em filmes como “Pânico 2” e tantos outros desse amado subgênero. A principal diferença aqui é o fator “volta no tempo”, elemento que vem diretamente de uma comédia estrelada por Bill Murray, chamada “Feitiço do Tempo”. Esta nova produção aqui não esconde isso em nenhum momento. O desenvolvimento do longa também me remeteu à série de games “Dark Souls”, cujo lema é: Viva! Morra! Morra diversas vezes e aprenda a superar seus desafios! E como Tree é uma “bitch” de alto escalão, as suas diversas mortes ao menos servem como um processo de amadurecimento na criação de uma pessoa melhor.

A comédia se faz presente em tantos momentos, que já podemos classificar este longa como um “terrir”, lembrando outras produções do gênero como “Meninas Malvadas”. O algoz mascarado, no entanto, deve ser mencionado como um bom vilão de slasher. Sua postura sinistra e determinada me fez lembrar bons malvadões vindos de décadas atrás. O humor não o atinge muito até a revelação de sua identidade com a esperada luta final que é propositalmente cômica.

Mesmo Tree morrendo e morrendo de formas violentas, o sangue aqui é mínimo. A tensão também não é muito o foco da produção, mas existem certos momentos em que me vi pensando: “Corre, mete porrada nele!” ou “Esse assassino deve ser brasileiro, porque não desiste nunca!”. O longa tem uma direção regular e que não prejudica as cenas em nenhum momento. E ainda, claro, tem o roteiro que tenta injetar algo diferente, mesmo eu preferindo algo mais sério. No fim das contas me diverti e acho que vale a pena vocês darem uma conferida.

Título: A Morte te da Parabéns! (Happy Death Day!)
Diretor: Christopher Landon
Roteiro: Scott Lobdell
Elenco: Jessica Rothe, Israel Broussand e Ruby Modine
Ano de produção: 2017

Escala de tocância de terror:

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s