FILME: Halloween III – A Noite das Bruxas (1982)

[Por Jarmeson de Lima]

Já que chegou o dia do Halloween e os canais de Tv estão fazendo seus especiais temáticos de horror, vamos aqui falar de uma produção que nunca é lembrada nesta ocasião pelos programadores. Estamos aqui diante de um dos filmes mais injustiçados de todos os tempos: Halloween III: A Noite das Bruxas (Halloween III: Season of the Witch).

O problema, neste caso, nem é a produção em si, que por sinal ficou a cargo da dupla John Carpenter e Debra Hill, mas toda a expectativa gerada pelo frisson oitentista por slashers e pelo icônico vilão Michael Myers. Convenhamos que depois de uma sequência de dois filmes com o mesmo personagem, o mais natural seria ter um terceiro com alguma ligação com ele… mas com o fracasso de bilheteria do mesmo, Halloween passa a ser a única franquia de filmes em que há um pulo entre o II e o IV sem nenhuma ligação entre as tramas.

O tom sangrento dos slashers sai de cena para abrigar uma história de ficção científica e “bruxaria” envolvendo um grande plano maligno de dominação mundial. O aspecto sombrio e uma música infantil assustadora de Dia das Bruxas já nos preparam para o que virá nos próximos 99 minutos com um enredo bem instigante.

Dirigido por Tommy Lee Wallace (It – 1990), a história se passa em uma pequena cidade da California, onde uma linha de máscaras de Halloween está fazendo o maior sucesso. A empresa Silver Shamrock está fazendo uma mega campanha de publicidade para o Halloween e crianças do país inteiro estão fissuradas por essas máscaras tenebrosas que deixam sequelas inimagináveis. Um médico local (Tom Atkins) descobre que essas fantasias fazem parte de uma grande conspiração e resolve ir fundo na investigação. Com isso, ele vai até a fábrica em outra cidade onde descobre coisas que lhe deixariam enojado.

Então se você baixar a guarda e ignorar as críticas desfavoráveis da época, vai ter uma grata surpresa com um filme na medida certa de gore, tensão e mistério. Pena que a franquia depois enveredou pelo caminho mais fácil e seguiu com a saga do psicopata mascarado. Vá por mim que nem mesmo os efeitos especiais datados dos anos 80 estragam a experiência de ver “Halloween III” em plena noite do “Dia do Saci”.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s