RESENHA: Motorrad (2018)

[Por Felipe Macedo]

Não é tão comum ter um filme de terror produzido no nosso país e que tenha uma grande distribuição vinda de uma major, nesse caso, a Warner. O exemplo nesse caso é o slasher Motorrad, que estreou nos cinemas recentemente com a proposta de ser algo diferente feito nesse sub-gênero e de quebra dar uma guinada na produção de filmes de terror tupiniquins com grande alcance do público geral, não ficando restrito a festivais do gênero.

A trama segue uma trupe de motoqueiros que procura um lugar ideal no meio do nada para descansar e curtir o local. O que eles não esperavam é que outros motoqueiros apareceriam e tinham intenções bem macabras para cada um deles. Nisso aí o que seria um dia de diversão e curtição vira uma corrida pela vida, já que os vilões não descansarão enquanto não tiverem matado a todos.

A história em si não é tão nova. Trocando alguns detalhes, Motorrad não se diferencia de outros filmes do gênero. Vale salientar que o longa é baseado em uma HQ de mesmo nome escrita por Danilo Beyruth e que sinceramente não sei se é fiel já que não li o material original.

Falando do longa, sinceramente me pergunto se os realizadores acharam realmente que daria certa a mistura de Sexta-feira 13, Mad Max e O Chamado. O roteiro é extremamente confuso e joga no liquidificador os filmes citados sem nenhuma inspiração, criando furos inacreditáveis e sub-tramas rasas e inacabadas. Não existe vínculo nenhum com os personagens e eles conseguem ser mais rasos e mais estúpidos do que as vítimas de Jason Voorhes. A direção parece mais interessada em registrar manobras radicais do que criar tensão e medo.

A fotografia que era algo positivo no começo, utilizando-se de uma imagem seca e suja, mas que se perde nas cenas noturnas. Temos também a presença de algumas cenas gore, mas isso não ajuda em nada a salvar esse longa. Os vilões que deveriam ser misteriosos e ameaçadores passam bem longe disso e o que você quer mesmo é que Motorrad termine para poder seguir sua vida. Uma pena, pois um filme com uma visibilidade até boa, faz o desserviço de afastar o público no geral.

Título: Motorrad
Diretor: Vicente Amorim
Roteiro: Vicente Amorim, L.G. Bayão, L.G Tubaldini Jr
Elenco: Emilio Dantas, Juliana Lohmann, Guilherme Prates e outros
País de origem: Brasil

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.