RESENHA: Aniquilação (2018)



[Por Jarmeson de Lima]

Eis que vemos a Netflix apostando mais uma vez em uma produção de ficção científica. Apesar de ter estreado em território nacional na polêmica plataforma de streaming, o destino de “Aniquilação” (Annihilation) era mesmo o cinema. Os cenários psicodélicos com plantas e criaturas estranhas com mutações lovecraftianas combinariam bem com as telas gigantes em que nos habituamos a ver tais produções.

Aniquilação“, estrelado por ninguém menos que a estrela Natalie Portman e do novo astro Oscar Isaac (coincidentemente em pontas opostas na saga Star Wars), nos mostra um mundo em que um estranho acontecimento gera uma zona misteriosa além das leis da natureza. Em um flashback que entremeia a narrativa do filme, Lena (Portman) tenta reconstituir a ida de seu grupo ao epicentro de toda a confusão, sendo que nem ela sabe como e porque sobreviveu.

Como boas testemunhas que somos – nós, os espectadores – vamos tentando descobrir o que danado está acontecendo no tal Brilho, uma região costeira com um farol e que foi mantida isolada e em total sigilo pelo governo após ser atingida por um objeto do espaço. Ficamos então sabendo que a ida de Lena e mais quatro exploradoras não foi a primeira expedição a adentrar o local, que tem uma espécie de campo de força que acaba com qualquer tentativa de conexão com o mundo como conhecemos.

Com a direção precisa de Alex Garland, o mesmo diretor e roteirista de “Ex Machina“, este seu novo longa mantém um pouco do ritmo (lento) do anterior, fato que pode desagradar boa parte da audiência. Ainda assim, não se deixe levar por isso… o visual, os efeitos e o fator surpresa de “Aniquilação” vão lhe prender até o fim.

Pena que divergências entre executivos da Paramount e o diretor fez com que a distribuição do filme além da internet fosse limitada. Mas ao menos isso garantiu a integridade do seu roteiro e sem final hollywoodiano. E olha que o final nem é assim tão cabeçudo, mas a julgar pelo número de videos no YouTube que se propõem a “explicar” o que aconteceu… melhor deixar quieto.

Escala de tocância de terror:

Direção: Alex Garland
Roteiro: Alex Garland e Jeff VanderMeer (livro)
Elenco: Natalie Portman, Oscar Isaac, Jennifer Jason Leigh
Origem: EUA
Ano de lançamento: 2018

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.