RESENHA: Aterrorizados (2017)


[Por Geraldo de Fraga]

O cinema argentino tem se destacado há tempos, são inúmeros os exemplos de obras que fizeram sucesso. Você mesmo já deve ter assistido e gostado de algum. Porém, não havia ainda um longa do gênero horror que arrebatasse corações. Agora tem. Aterrorizados (Aterrados), escrito e dirigido por Demián Rugna, é esse exemplar que faltava.

Situado em um subúrbio qualquer de Buenos Aires, o roteiro nos leva a uma história de fantasmas. Pode parecer mais do mesmo no início, mas ledo engano. Alternando o protagonismo entre vários personagens, Aterrorizados apresenta uma vizinhança assombrada que vira alvo de estudos de dois parapsicólogos, após incidentes violentos serem registrados.

Depois que os primeiros eventos são desencadeados, a equipe de investigadores, acompanhada de dois policiais, resolve passar a noite nas casas onde os fenômenos se manifestaram. Antes, o filme já nos brinda com bons momentos, mas é a partir daí que a coisa entra em um espiral de cenas assustadoras.

O roteiro não explica nada mastigado, mas o espectador nem tem tempo para tentar entender o que está de fato acontecendo, e é melhor deixar se levar. A trama passando por três núcleos diversifica as situações, mesmo que elas estejam interligadas.

Outro belo trunfo de Aterrorizados é focar nos efeitos práticos, até na hora dos jump scares. Tudo é muito mais realista do que certas produções hollywoodianas. O filme de Demián Rugna é uma obra que oxigena o gênero ‘poltergeist’ como nenhuma outra conseguiu recentemente. E tudo isso sem precisar da velha mitologia cristã com seus padres, rezas ou crucifixos, o que é outra vantagem.

Escala de tocância de terror:

Direção: Demián Rugna
Roteiro: Demián Rugna
Elenco: Ariel Chavarría, Maximiliano Ghione, Norberto Gonzalo
Origem: Argentina
Ano de lançamento: 2017

2 comentários sobre “RESENHA: Aterrorizados (2017)

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.