DICA DA SEMANA: Noite de Histórias e de Terror (1990)

[Por Osvaldo Neto]

É sempre muito legal descobrir mais um filme esquecido dentro de um dos subgêneros mais subestimados do cinema de horror: as antologias. E a Dica da Semana é uma antologia que também se revela um híbrido entre dois gêneros, o horror e o faroeste.

NOITE DE HISTÓRIAS E DE TERROR
foi o único longa de ficção escrito e dirigido por Wayne Coe, artista que ficou a cargo das artes promocionais para filmes como DUNA, MULHER NOTA 1000 e DE VOLTA PARA O FUTURO. A produção independente apresenta 4 pequenas histórias ambientadas no Velho Oeste americano, contadas à beira da fogueira por dois curiosos personagens interpretados por James Earl Jones e Brad Dourif. O primeiro está na pele de Morrison, um debochado caçador de recompensas que chega ao acampamento de Farley, o viajante interpretado por Dourif, com um cadáver em seu cavalo.

A primeira história, protagonizada por Will Hare (o inesquecível vovô de NATAL SANGRENTO), lida com um sujeito que atravessa um cemitério indígena e demonstra o maior desrespeito pelas tradições dos nativos americanos… para se lascar em seguida, é claro. A segunda tem um sujeito (Marc McClure) que tenta ajudar e, em seguida, conquistar uma mulher grávida e solitária (Michelle Joyner), mas nem tudo é o que parece ser. O final desse segmento é daqueles que se tem de ver para crer.

Na terceira, que não tem nada de sobrenatural (e na opinião deste que vos escreve, a melhor!), uma jovem pioneira (Wendy Cooke) descobre que o seu pai de criação (William Atherton, de OS CAÇA-FANTASMAS e DURO DE MATAR) é um assassino racista que participa de linchamentos. A 4a. e última mostra um famoso pistoleiro de aluguel (Scott Paulin) que acredita estar sendo assombrado pelo fantasma de outro pistoleiro que foi derrotado em um duelo.

E, curiosamente, essa deve ser a primeira antologia que o conhecido segmento de ligação é mais prazeroso de se assistir do que algumas das histórias contadas pelos protagonistas. Digo isso não apenas pelas esperadas boas atuações de Jones e Dourif, mas também pelos diálogos que os seus personagens trocam entre si. Ambos são contadores e, também, críticos das próprias histórias do longa e isso é muito divertido.

NOITE DE HISTÓRIAS E DE TERROR nunca foi lançado em DVD ou Blu-Ray nem por aqui e nem no exterior e pode ser encontrado no YouTube em cópias extraídas do VHS americano ou do VHS brasileiro da Abril Video, com legendas em português. Muito do ótimo trabalho do polonês Janusz Kaminski na fotografia, feito pouco antes de ser o diretor de fotografia de todos os filmes de Spielberg desde A LISTA DE SCHINDLER, se perde nas cópias escurecidas de VHS nas quais o longa sobrevive nos dias de hoje. Fica a esperança de que um dia vejamos um lançamento digno para esse filme que pode não ser inteiramente bem sucedido, mas nem por isso deixa de ter as suas surpresas e de ser recomendável aos fãs de faroeste e, claro, do terror.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.