DICA DA SEMANA: Flu (2013)

[Por Felipe Macedo]

O cinema asiático é conhecido por pegar fórmulas americanas e dar um toque pessoal a histórias aparentemente batidas para a maioria do público. Estas produções se caracterizam por mostrar mais camadas e explorar situações que passam batidas em histórias similares de estúdios do Tio Sam. No caso, vamos falar agora de “A Gripe” (Flu), que está disponível no catálogo da Netflix Brasil.


A trama se passa numa cidade metropolitana, perto da grande Seul, onde imigrante ilegais levados de forma desumana são foco de um novo surto de gripe aviária. O agravante aqui é que o vírus sofreu uma mutação e esta doença se torna mortal. Com a chegada da “carga” que trazia essas pessoas, o surto gripal aumenta e médicos, militares e agentes dos EUA lutam para encontrar uma cura para esta onda de infecção. Claro, poderes e egos são testados numa situação de caos total.

A forma como “Flu” trata de temas já conhecidos é mais aprofundada do que estamos acostumados. As relações humanas são mais interessantes, mesmo que remetam a filmes como “Epidemia” (1995) mostrando cenas realmente tristes e revoltantes. Os protagonistas agem de forma clichê, mas realmente torcemos por eles.

As cenas de ação tem uma forte pegada no horror, não escondendo o sangue e as gosmas soltadas pelos corpos das vítimas. Em vários momentos não há como lembrar de filmes de zumbi e o caos provocado por essas criaturas. Apesar de cenas bem piegas e caricatas, no geral é um bom filme de horror e ação médica com forte teor político e social.

Um comentário sobre “DICA DA SEMANA: Flu (2013)

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.