RESENHA: Os 3 Infernais (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Rob Zombie confia demais no carisma dos seus personagens. Ele já deve ter ouvido muito por aí que seu filme mais elogiado pelo público é Rejeitados pelo Diabo (2005). E isso provavelmente fez com que o rockeiro diretor se animasse para voltar a esse universo em mais uma empreitada cinematográfica, agora fechando a trilogia começada em A Casa dos 1000 Corpos (2003).

Em Os 3 Infernais (2019), Baby (Sheri Moon Zombie), Otis Driftwood (Bill Moseley) e Captain Spaulding (Sid Haig) sobreviveram ao acidente de carro do último filme, mas foram em cana e estão no corredor da morte. Infelizmente, Sid Haig só aparece em uma cena. O ator, então com 80 anos, já estava bem doente e viria a falecer em setembro desse ano.

Neste caso, para não desfalcar o trio, entra em cena um novo membro da família: Winslow Foxworth Coltrane (Richard Brake), filho bastardo de Spaulding. É ele quem liberta Otis da prisão e os dois dão início a uma onda de assassinatos que culmina com o resgate de Baby e uma fuga para o México, onde se desenrola a maior parte da ação do filme.

Voltando a falar do carisma dos personagens, eles na verdade não têm muito. Desde a obra anterior, Zombie tenta fazer referências aos anos 70, com claras influências de O Massacre da Serra Elétrica e da família Manson, mas nada é muito marcante. Em um roteiro simples como temos aqui – uma road trip de psicopatas – é necessário que os protagonistas se destaquem.

E o trio é bem desinteressante em vários aspectos. O texto é fraco, as caras e bocas são caricatas e Sheri Moon Zombie como alívio cômico explica porque ela só consegue emprego nos filmes do marido. Tem ainda um fiapo de discurso sobre pessoas deslocadas no mundo, mas era melhor que nem tivesse. Os 3 Infernais termina parecendo uma banda de rock com um visual bad ass, mas que não toca porra nenhuma.

Escala de tocância de terror:

Direção: Rob Zombie
Roteiro: Rob Zombie
Elenco: Sheri Moon Zombie, Bill Moseley e Richard Brake
Ano de lançamento: 2019
País de origem: EUA

Um comentário sobre “RESENHA: Os 3 Infernais (2019)

  1. Não vi nenhum elemento do filme ser analisado e criticado, o motivo da nota baixa parece mero desgosto pessoal pela obra. 1/5 pra crítica.

    Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.