RESENHA: Banana Splits – O Filme (2019)

[Por Felipe Macedo]

A nostalgia pela infância é quase irretocável. Coisa de uma época onde a preocupação de muitos era brincar e passar de ano. Programas infantis também fazem parte desse pacote e shows como o da Xuxa e Mara Maravilha estarão marcados em mim até o fim dos tempos, mas e se alguém tivesse a ideia de transformar esses programas em algo mais sinistro? É o que acontece com “The Banana Splits Movie”, baseado num programa que tinha bonecos gigantes com grande sucesso entre o final dos anos 60 e início dos 70. Continuar lendo

TRAILER: Maria e João – O Conto das Bruxas (2020)

O clássico conto dos irmãos que deixam um rastro de migalhas pela floresta foi publicado pela primeira vez em 1812 e, desde então, recebeu diversas adaptações para a televisão e para o cinema. Sua origem sombria e aterrorizante acabou se perdendo ao longo dos anos, mas agora chegou a hora dela ser contada nos cinemas por Oz Perkins (de “February” e “O Último Capítulo”). Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Ghoul – Trama Demoníaca (2018)

[Por Júlio César Carvalho]

Pesquisando aqui para a “dica dessa semana”, percebi que, daqui a 8 dias, vai fazer 1 ano desde a minha última indicação de alguma produção do catálogo da Netflix BR. Foi então que fui lá dar uma fuçada e encontrei GHOUL: TRAMA DEMONÍACA, uma minissérie indiana de apenas três episódios que me deixaram cabreiro do início ao fim. Continuar lendo

EVENTO: Maratona de filmes nesta Sexta-feira 13 no MIS-SP

Mais uma vez, o MIS-SP (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) preparou uma maratona de filmes para os fãs de terror aproveitarem a madrugada da Sexta-Feira 13. Em parceria com a Sony Pictures Home Entertainment, o Museu traz uma seleção especial de longas contemporâneos do gênero, que serão exibidos em sequência: Corra!, Nós e Mãe!. E, para abrir a programação, o público irá conferir o curta Nervo, desenvolvido pelo 3º Núcleo Experimental de Cinema do MIS. Continuar lendo

GAME: Dark Pictures – Man of Medan

[Por Felipe Macedo]

Jogos de terror não são novidade e sempre estiveram presente desde a época do Atari. Atualmente com o mercado indie forte, tivemos um boom desse gênero com jogos como a maravilhosa franquia Outlast. A Supermassive Games não é uma estranha no estilo, tendo entregado o ótimo slasher “Until Dawn” (2015) exclusivamente para o Playstation 4 e voltando nesse ano com a proposta de uma antologia de oito jogos de horror, chamados de Dark Pictures e tendo Man of Medan como o primeiro game. A aposta é num jogo de terror cinematográfico, onde assistimos e tomamos decisões que influenciam a história. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Lemora, O Pavor do Além (1973)

[Por Jota Bosco]

Uma angelical garota de 13 anos chamada Lila Lee (Cheryl Smith), passa a ser criada por um pastor (o diretor do filme, Richard Blackburn) após sua mãe ser assassinada brutalmente por seu pai, um gangster que agora se encontra foragido. Após receber uma carta informando que seu pai se encontra terrivelmente doente, a jovem decide fugir em busca de seu paradeiro. Continuar lendo

RESENHA: IT – Capítulo 2 (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

It: Capítulo Dois (2019) foi pensado e executado para ser épico. O longa teve um orçamento de aproximadamente 70 milhões de dólares, quase o dobro do seu antecessor, e a campanha publicitária alardeou que, com suas 2h49, ele seria um dos filmes de terror mais longos da história. Soma-se a isso um elenco estrelado com Jessica Chastain e James McAvoy e temos o blockbuster do gênero do ano. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Pandorum (2009)

[Por Jarmeson de Lima]

Procure por “Pandorum” no Google e você não vai encontrar outra definição desta “doença” além daquela que é dada no filme de mesmo nome. Descrita como uma “Síndrome de Disfunção Orbital“, isto seria um distúrbio mental vivido por capitães de uma nave que acreditam estar em uma missão amaldiçoada. Similar a uma “febre da cabana” causada pelo isolamento e agravado pelas condições inóspitas do espaço sideral, uma pessoa que apresente este diagnóstico tem crises de paranoia sem ter mais qualquer noção de tempo e espaço. Continuar lendo