DICA DA SEMANA: The Last Heist (2016)

[Por Osvaldo Neto]

Se tem um diretor norte-americano que merecia ser mais conhecido do público que adora um filme de terror, esse sujeito é o Mike Mendez. Ele tem entregue produções genuinamente divertidas e interessantes do gênero. Outros realizadores poderiam se mostrar chateados por apenas serem conhecidos como ‘um diretor de terror’ mas não foi o caso de Mendez, que realizou longas como “The Convent” (2000, inédito no Brasil), “Carta para a Morte” (The Gravedancers, 2006) e “Maldita Aranha Gigante” (Big Ass Spider, 2013). Continuar lendo

DVD: Cidadão X (1995)

CIDADÃO X é um título merecidamente citado em inúmeras listas de filmes baseados e/ou inspirados nos crimes reais de assassinos em série. Com um roteiro baseado no livro “The Killer Department: Detective Viktor Burakov’s Eight-Year Hunt for the Most Savage Serial Killer in Russian History” de Robert Cullen, o longa segue os esforços e frustrações do detetive Viktor Burakov (Stephen Rea) e de seu superior, o coronel Mikhail Fetisov (Donald Sutherland) na luta para por um fim ao reinado de horror do serial killer Andrei Chikatilo (um excelente Jeffrey DeMunn), que estuprou, mutilou e matou mulheres e crianças por mais de uma década em Moscou de 1978 a 1992. O caso só viria a ser investigado em 1982. Continuar lendo

RESENHA: O Evangelista (The Evangelist, 2017)

[Por Osvaldo Neto]

Dificilmente, o home video brasileiro deve lançar um filme de gênero norte-americano tão independente quanto O Evangelista ao longo deste ano. Com lançamento da Focus Filmes, esse thriller conta a história de um assassino em série – interpretado pelo também produtor Keith Collins – que mata as suas vítimas de acordo com o que ele acredita ter aprendido com a Bíblia. Daí o nome do longa que ainda recebeu os títulos de “Clean Cut” e “The New Jersey Ripper” para se chegar ao novo título – e claramente superior – quando ele conseguiu distribuição. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: “O Morcego Diabólico” (The Devil Bat, 1940)

[Por Osvaldo Neto]

Poucos ícones do cinema de horror tiveram uma ascensão e queda tão meteórica quanto Bela Lugosi.  O ator não queria estar ligado ao gênero e nem ficar estereotipado, mas não teve jeito. Foi devido a sua recusa em fazer o monstro de Frankenstein no clássico de James Whale que o ator acabou arranjando um rival nas telas: Boris Karloff. Enquanto o sucesso e os papéis de Karloff aumentavam, o sucesso e os papéis de Lugosi ficaram cada vez menores. Continuar lendo

DVD: “Monstros” (Freaks, 1932)

Freaks-poster

[Por Osvaldo Neto]

Uma obra cinematográfica cuja existência continua a ser cercada de polêmicas mesmo passados 85 anos do seu lançamento. Também não é exagero afirmar que ela continua a ser incompreendida por muitos que a assistem. Esse filme em questão se chama “Monstros” (Freaks, 1932).

O clássico seminal de Tod Browning ganhou um caprichado DVD pela Obras-Primas do Cinema. Continuar lendo

DVD: Sangue de Pantera (1942)

1942-cat people-poster

[Por Osvaldo Neto]

Assim como outros notáveis realizadores do período em Hollywood, o francês Jacques Tourneur teve uma carreira prolífica e marcada pela versatilidade. Ele fez de tudo um pouco: Noir (“Fuga do Passado”, “A Maleta Fatídica”), aventura (“O Gavião e a Flecha”, “A Vingança dos Piratas”), drama (“Tormento de uma Glória”), western (“Choque de Ódios”, “Paixão Selvagem”) e comédia (“Farsa Trágica”). Mas antes de realizar todos esses longas, ele lançou o seu 1o. grande filme no ano de 1942: “Sangue de Pantera”. Continuar lendo

EXCLUSIVO! Entrevista com Nana Gouvêa sobre “Black Wake”

nanagouvea-20150811175931

[Por Osvaldo Neto]

No último mês de agosto, o primeiro teaser do horror independente norte-americano “Black Wake” não apenas viralizou nos portais brasileiros especializados em filmes do gênero mas também em páginas de fofoca e celebridades como O Fuxico, EGO e similares. O motivo? A modelo e atriz brasileira Nana Gouvêa interpreta a protagonista da produção, a Dra. Luiza Moreira. Continuar lendo