DICA DA SEMANA: Telefilmes de Horror

[Por Jota Bosco]

Minha dica da semana, aproveitando uma recente pesquisa que fizemos para o programa Toca o Terror sobre filmes feitos para a TV, são os subestimados “telefilmes”. O amigo Geraldo de Fraga achou uma lista no YouTube repleta de belezuras feitas nos anos 70 que, entre altos e baixos, poderão servir para tirar um pouco desse ranço que as pessoas têm com tais obras. Continuar lendo

RESENHA: Cemitério Maldito (2019)

[Por Jota Bosco]

Segundo filme baseado no conto homônimo de Stephen King, “Cemitério Maldito” foi dirigido a quatro mãos por Kevin Kölsch e Dennis Widmyer e conta a história do Doutor Louis Creed (Jason Clarke), que se muda de Boston para o Maine com sua família. Estão incluídos aí a esposa Rachel (Amy Seimetz), suas duas crianças Ellie e Gage (interpretadas por Jeté Laurence e Hugo Lavoie) e o gato Church. O objetivo é tentar construir uma vida mais tranquila para todos eles. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: La Cabina (1972)

[Por Jota Bosco]

Minha dica de hoje, para dar uma variada, é um curta metragem que vez por outra volta a frequentar as timelines das redes sociais e sempre que aparece, gera muitos comentários como “Nossa! Isso é muito Black Mirror!” Verdade. É tão mas tão Black Mirror que o roteirista e produtor Charlie Brooker, o cita como influência para a criação de sua série: “É a história de um sujeito que fica preso numa cabine telefônica. Aquele curta me impressionou muito e me deu muito medo. Não conseguia acreditar que estava vendo algo tão doentio. De certo modo, queria captar e mostrar as sensações que aquilo produziu em mim.” Continuar lendo

RESENHA: A Mata Negra (2018)

[Por Jota Bosco]

Começo logo essa resenha dizendo que sou suspeito pra falar do trabalho de Rodrigo Aragão pelo motivo de: sou tiete! O cara é, sem sombra de dúvidas, o maior representante das produções de horror no país atualmente. Passo a passo foi crescendo como produtor e diretor, conquistando seu espaço e indo, apesar dos poucos recursos, onde ninguém tinha ido antes no gênero aqui no país. Faz filme com cara de produção hollywoodiana e consegue até captação de verba por edital sem ser filme de gente que mora no Sertão com mensagem bonita no final. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Shock – Diversão Diabólica (1984)

[Por Jota Bosco]

Shock – Diversão Diabólica é considerado o primeiro “slasher” nacional (apesar de achar que ele flerta muito mais com o giallo italiano do que com o subgênero americano). Foi bastante comparado a filmes como “Halloween” e “Sexta-Feira 13” em seu lançamento, apesar do diretor Jair Correia bater o pé em afirmar que sequer tinha visto esses filmes e depois que viu, detestou! Continuar lendo