DICA DA SEMANA: La Cabina (1972)

[Por Jota Bosco]

Minha dica de hoje, para dar uma variada, é um curta metragem que vez por outra volta a frequentar as timelines das redes sociais e sempre que aparece, gera muitos comentários como “Nossa! Isso é muito Black Mirror!” Verdade. É tão mas tão Black Mirror que o roteirista e produtor Charlie Brooker, o cita como influência para a criação de sua série: “É a história de um sujeito que fica preso numa cabine telefônica. Aquele curta me impressionou muito e me deu muito medo. Não conseguia acreditar que estava vendo algo tão doentio. De certo modo, queria captar e mostrar as sensações que aquilo produziu em mim.” Continuar lendo

RESENHA: A Mata Negra (2018)

[Por Jota Bosco]

Começo logo essa resenha dizendo que sou suspeito pra falar do trabalho de Rodrigo Aragão pelo motivo de: sou tiete! O cara é, sem sombra de dúvidas, o maior representante das produções de horror no país atualmente. Passo a passo foi crescendo como produtor e diretor, conquistando seu espaço e indo, apesar dos poucos recursos, onde ninguém tinha ido antes no gênero aqui no país. Faz filme com cara de produção hollywoodiana e consegue até captação de verba por edital sem ser filme de gente que mora no Sertão com mensagem bonita no final. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Shock – Diversão Diabólica (1984)

[Por Jota Bosco]

Shock – Diversão Diabólica é considerado o primeiro “slasher” nacional (apesar de achar que ele flerta muito mais com o giallo italiano do que com o subgênero americano). Foi bastante comparado a filmes como “Halloween” e “Sexta-Feira 13” em seu lançamento, apesar do diretor Jair Correia bater o pé em afirmar que sequer tinha visto esses filmes e depois que viu, detestou! Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Invasão Anos 80

[Por Jota Bosco]

De uns tempos pra cá a nostalgia com a década de 80 tem pautado fortemente a indústria cinematográfica. “Super 8”, “Stranger Things”, o novo “IT” e tantos outros estão coalhados de referência a filmes como “Goonies”, “ET”, “Conta comigo” e tantos outros. Mas a inspiração não para apenas nos lançamentos de grandes estúdios. E é aí que entra minha dica da semana.

Garimpando o que assistir pela internet, dei de cara com essa playlist sensacional e trago aqui pra vocês. São (no momento) 48 filmes que fizeram sucesso não no cinema mas nas vídeo-locadoras. Afinal, nada é mais anos 80 do que o VHS, não é mesmo? Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Alucarda (1977)

[Por Jota Bosco]

Aproveitando minha recente descoberta dessa obra de arte pelos streamings da vida, minha DICA DA SEMANA vem diretamente do Youtube: ALUCARDA (1977).

O filme do mexicano Juan López Moctezuma (To Kill a Stranger e Mary, Mary, Bloody Mary), que se baseia livremente na vampira Carmilla (da obra de Sheridan Le Fanu), nos conta a história da chegada de Justine (Susana Kamini) à um tipo de convento ou escola religiosa administrada por freiras. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Toltecs – A Maldição (1985)

[Por Jota Bosco]

A dica dessa semana eu peguei na timeline do meu amigo e grande cineasta Petter Baiestorf. Usando suas palavras: “Delícia do baixo orçamento que já começa arremedando Cidadão Kane e meio minuto depois já está copiando a movimentação de câmera do Evil Dead. Como não amar?“. Pois é… mas do quê trata o filme? Bem, ele conta a história de quatro feiticeiros toltecas que retornam do mundo dos mortos (se bem que eles não necessariamente retornam do mundo dos mortos pois se enterraram vivos) para conquistar o planeta e deverão ser impedidos por um grupo de garotas e um guarda florestal. Chega a ser poético, não é? Continuar lendo

RESENHA: Além da Morte (2017)

[Por Jota Bosco]

Nos longínquos anos 80 e 90 existia um diretor que fazia filmes bem interessantes com atores que estavam começando a despontar. O nome dele é Joel Schumacher. “Os Garotos Perdidos“, “O Primeiro Ano do Resto das Nossas Vidas” e “Linha Mortal“, que agora sofre um remake chamado “Além da Morte”, são alguns desses filmes. Infelizmente ele será lembrado como “o cara que estragou a única franquia que prestava de Batman por ter colocado mamilos em seu traje”. Mas vamos ao que interessa… Continuar lendo