RESENHA: Medo Profundo – O Segundo Ataque

[Por Felipe Macedo]

Aquilo que vem do fundo dos mares e dos rios sempre causou fascínio e medo no público. Os produtores de cinema sabendo disso lotaram salas de exibição e locadoras com obras ameaçadoras com criaturas das profundezas. Com o sucesso esmagador de Tubarão (1975), vieram incontáveis versões e variações do tema. Nos últimos anos, esse tipo de filme estava meio esquecido, mas com o sucesso de MegaTubarão (2018) e o primeiro Medo Profundo (2017) parece que o interesse dos produtores voltou, dando até sequência a este último citado. Continuar lendo

RESENHA: O Farol (2019)

[Por Rodrigo Rigaud]*

Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. Continuar lendo

RESENHA: Doutor Sono (2019)

[Por Osvaldo Neto]

As adaptações das obras de Stephen King, um escritor que goza de imensa popularidade internacional, são quase que um subgênero do horror no cinema e TV. Desde que Brian De Palma fez CARRIE – A ESTRANHA que filmes e séries baseados e/ou inspirados pelo autor são produzidos em escala massiva e geram bastante expectativa para quem acompanha o gênero. Chegando às salas comerciais pouco após IT – CAPÍTULO 2, DOUTOR SONO é a segunda grande produção da Warner Bros com a grife S. K. lançada em 2019 com estreia nacional nesta semana.

Continuar lendo

RESENHA: Contato Visceral (2019)

[Por Jarmeson de Lima]

Sinceramente, alguns títulos traduzidos da Netflix atrapalham mais do que ajudam na hora de decidir o que ver. Se não fosse alguns colegas falarem bem de “Wounds“, eu jamais chegaria perto de assistir o filme que está no catálogo de streaming com o nome de “Contato Visceral“. Dirigido por Babak Anvari, o mesmo autor de “À Sombra do Medo” (Under The Shadow), esta produção com selo Netflix vai fisgar a atenção de quem curte um horror sobrenatural perturbador.

Continuar lendo

RESENHA: Os 3 Infernais (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Rob Zombie confia demais no carisma dos seus personagens. Ele já deve ter ouvido muito por aí que seu filme mais elogiado pelo público é Rejeitados pelo Diabo (2005). E isso provavelmente fez com que o rockeiro diretor se animasse para voltar a esse universo em mais uma empreitada cinematográfica, agora fechando a trilogia começada em A Casa dos 1000 Corpos (2003). Continuar lendo

SÉRIE: Marianne (2019)

[Por Felipe Macedo]

Histórias de bruxas sempre fascinaram o público. Sejam elas voltadas pra algo mais assustador ou infantil, essas personagens sempre causaram certo impacto. A lenda da bruxa má povoa nossa imaginação desde a infância em histórias como “João e Maria” e depois na vida adulta em filmes como “Suspiria”. A Netflix sabendo do interesse sobre o tema e na falta de produções atuais sobre o assunto, trouxe recentemente para seu catálogo a série francesa “Marianne” prometendo noites insones para o público. Continuar lendo

RESENHA: Campo do Medo (2019)

[Por Felipe Macedo]

Stephen King realmente está em alta nos últimos anos inspirando sucessos como a saga It- A Coisa (2017) e o remake de Cemitério Maldito (2019). A Netflix que não é boba, já tinha adaptado outras historias do autor como fez em Jogo Perigoso (2017) e 1922 (2017) e agora volta com a adaptação de conto escrito em parceria com o também autor Joe Hill. A nova obra em questão chama-se em terras tupiniquins de Campo do Medo. Continuar lendo

RESENHA: Morto não Fala (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Há um grande desafio para qualquer filme brasileiro de horror que se passe na periferia de uma metrópole. Nossos subúrbios não são como os americanos ou os ingleses, retratados sempre com aquele ar de tranquilidade e isolamento. As “quebradas” são um amontoado de pessoas e casas humildes, com ruas estreitas e, quase sempre, territórios violentos. Continuar lendo

RESENHA: Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Não foi a primeira vez que o segundo filme de um cineasta promissor despertou interesse de forma demasiada. Após estrear com o ótimo Hereditário (2018), todo mundo queria saber o que Ari Aster aprontaria em seguida. Quando os trailers de Midsommar: O Mal Não Espera a Noite começaram a surgir, a empolgação tomou conta, já que o longa prometia uma incursão por dentro de uma seita esquisita no meio do nada e isso não podia dar errado. Continuar lendo

RESENHA: Banana Splits – O Filme (2019)

[Por Felipe Macedo]

A nostalgia pela infância é quase irretocável. Coisa de uma época onde a preocupação de muitos era brincar e passar de ano. Programas infantis também fazem parte desse pacote e shows como o da Xuxa e Mara Maravilha estarão marcados em mim até o fim dos tempos, mas e se alguém tivesse a ideia de transformar esses programas em algo mais sinistro? É o que acontece com “The Banana Splits Movie”, baseado num programa que tinha bonecos gigantes com grande sucesso entre o final dos anos 60 e início dos 70. Continuar lendo