RESENHA: Sadako Vs Kayako (2016)

Sadako-Kayako-poster.jpg

Por Júlio Carvalho

Quando saiu a notícia do crossover de O CHAMADO (Ringu, 1998) e O GRITO (Ju-On, 2002), minha reação foi de extrema desconfiança. Apesar de ser fã de ambas as franquias japonesas, eu não conseguia imaginar como seria tal briga na “prática”. Aí, no começo do ano, surgiram os bons trailers e juntos trouxeram esperança. O filme enfim aconteceu e resultado: Azar o meu, que deveria ter confiado nos meus instintos iniciais, pois SADAKO Vs KAYAKO é pura cilada. Dito isso, agora vamos por partes. Continuar lendo

RESENHA: Invasão Zumbi (2016)

busanhaeng.jpg

Há uns meses atrás, um trailer de um filme asiático de zumbis em um trem tava rodando a internet e impressionando a todos. A reação, quase que unânime, foi de compará-lo ao decepcionante GUERRA MUNDIAL Z (World War Z, 2013) por conta da “avalanche” de infectados mostrada. O filme em questão se trata do sul-coreano TRAIN TO BUSAN (Busanhaeng) e que tenho o prazer de adiantar logo que, ao contrário do já citado americano, é um dos melhores do gênero e de 2016!

Continuar lendo

RESENHA: Através da Sombra (2016)

448286-jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx
Por Geraldo de Fraga

Na pré-estreia de Através da Sombra, no Recife, a atriz e produtora Virginia Cavendish afirmou que não teme que seu filme seja rotulado como “Os Inocentes Brasileiro” (ambos são adaptações do livro A Volta do Parafuso, de Henry James). Segundo ela, o filme de Jack Clayton, lançado em 1961, não tem a popularidade necessária junto ao grande público para que se gerem tantas comparações assim. Para o bem do seu longa, é imprescindível que Virginia esteja certa. Continuar lendo

RESENHA: O Último Capítulo (2016)

ultimo-capitulo-1

[Por Geraldo de Fraga]

Podemos falar de O Último Capítulo (I Am The Pretty Thing That Lives In The House, 2016) usando a seguinte analogia: imagine você montar um quebra-cabeças de 1000 peças e a imagem formada no final ser uma coisa bem simplória, tipo, sei lá, a bandeira do Japão ou a figura do Smile. Frustrante não? É assim que nos sentimos nessa nova produção original da Netflix, que estreou na última semana. Continuar lendo

RESENHA: A Maldição da Floresta (2016)

a-maldicao-da-floresta-poster-nacional

[Por Geraldo de Fraga]

Quase um ano após ser lançado em circuito comercial nos EUA e na Europa, A Maldição da Floresta (The Hallow, 2015) chega aos cinemas brasileiros, num desses casos que é preciso alguma bruxaria para entender o que se passa na cabeça das distribuidoras. Enfim, o longa irlandês fez sucesso em vários festivais do gênero e ganhou um certo destaque entre as produções do ano passado. Continuar lendo

RESENHA: 31 (2016)

31

[Por Geraldo de Fraga]

No Dia da Bruxas de 1976, uma trupe de artistas itinerantes é atacada em uma rodovia no meio do deserto americano. Cinco deles são capturados, levados a um prédio abandonado e obrigados a participarem de um jogo doentio, onde serão caçados por alguns lunáticos e terão 12 horas para sobreviver. É com essa premissa que Rob Zombie nos presenteia com “31”, mais um filme descartável em sua carreira. Continuar lendo

PACK: Obras Primas do Cinema – “Serial Killers” (2016)

box-serial-picsart_09-24-02-59-52

[Por Osvaldo Neto]

A Obras-Primas do Cinema é uma nova distribuidora que tem ganho o seu merecido espaço com uma acertada sequência de lançamentos interessantes para o cinéfilo colecionador do ano passado para cá. E ela surpreendeu o público do horror em Julho passado quando anunciou publicamente o nome do seu primeiro ‘pack’ temático: “Serial Killers”. Continuar lendo

RESENHA: Bruxa de Blair (2016)

blair-witch-cartaz

[Por Felipe Macedo]

“A Bruxa de Blair” foi indiscutivelmente um marco para o cinema de horror do final dos anos 90, dando um novo fôlego para o subgênero found-footage. O sucesso foi tanto que gerou inúmeros clones e uma sequência bem canastrona. Anos depois, surge um novo filme, que é uma continuação dos eventos do primeiro filme e ignorando a malfadada parte 2 com seu “Livro das Sombras”. Continuar lendo

RESENHA: O Homem nas Trevas (2016)

homemnastrevas_3

[Por Felipe Macedo e Jarmeson de Lima]

O diretor Fede Alvarez, retorna com seu novo trabalho, após ser descoberto pelo diretor Sam Raimi e juntos terem realizado o remake do clássico “A Morte do Demônio“. O novo trabalho em questão é “O Homem nas Trevas” (Don’t Breathe), mais uma vez produzido pelo seu tutor hollywoodiano. O longa vem como desafio e servirá para provar se o diretor uruguaio seria realizador de um filme só ou se terá vida própria dentro da sétima arte. Continuar lendo

RESENHA: O Sono da Morte (2016)

Before-I-Wake-2016

[Por Júlio Carvalho]

Estamos na era dos filmes de terror ‘do bem’, nos quais as ameaças não são tão ameaçadoras assim, os demônios não são tão perigosos assim, as conclusões são forçadamente otimistas e o excesso de jumpscares passa a ser o principal atrativo dessas produções. Sucessos como a franquia Invocação do Mal e Annabelle estão aí pra comprovar isso. Dito isso, está em cartaz O Sono da Morte (Before I Wake) que tenta desastrosamente se enquadrar nessa categoria. Por mais bobos que sejam, tem filmes que ainda podem ser chamados de horror. Sendo que neste caso, nem isso. Continuar lendo