SÉRIE: Marianne (2019)

[Por Felipe Macedo]

Histórias de bruxas sempre fascinaram o público. Sejam elas voltadas pra algo mais assustador ou infantil, essas personagens sempre causaram certo impacto. A lenda da bruxa má povoa nossa imaginação desde a infância em histórias como “João e Maria” e depois na vida adulta em filmes como “Suspiria”. A Netflix sabendo do interesse sobre o tema e na falta de produções atuais sobre o assunto, trouxe recentemente para seu catálogo a série francesa “Marianne” prometendo noites insones para o público. Continuar lendo

RESENHA: Campo do Medo (2019)

[Por Felipe Macedo]

Stephen King realmente está em alta nos últimos anos inspirando sucessos como a saga It- A Coisa (2017) e o remake de Cemitério Maldito (2019). A Netflix que não é boba, já tinha adaptado outras historias do autor como fez em Jogo Perigoso (2017) e 1922 (2017) e agora volta com a adaptação de conto escrito em parceria com o também autor Joe Hill. A nova obra em questão chama-se em terras tupiniquins de Campo do Medo. Continuar lendo

RESENHA: Morto não Fala (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Há um grande desafio para qualquer filme brasileiro de horror que se passe na periferia de uma metrópole. Nossos subúrbios não são como os americanos ou os ingleses, retratados sempre com aquele ar de tranquilidade e isolamento. As “quebradas” são um amontoado de pessoas e casas humildes, com ruas estreitas e, quase sempre, territórios violentos. Continuar lendo

RESENHA: Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Não foi a primeira vez que o segundo filme de um cineasta promissor despertou interesse de forma demasiada. Após estrear com o ótimo Hereditário (2018), todo mundo queria saber o que Ari Aster aprontaria em seguida. Quando os trailers de Midsommar: O Mal Não Espera a Noite começaram a surgir, a empolgação tomou conta, já que o longa prometia uma incursão por dentro de uma seita esquisita no meio do nada e isso não podia dar errado. Continuar lendo

RESENHA: Banana Splits – O Filme (2019)

[Por Felipe Macedo]

A nostalgia pela infância é quase irretocável. Coisa de uma época onde a preocupação de muitos era brincar e passar de ano. Programas infantis também fazem parte desse pacote e shows como o da Xuxa e Mara Maravilha estarão marcados em mim até o fim dos tempos, mas e se alguém tivesse a ideia de transformar esses programas em algo mais sinistro? É o que acontece com “The Banana Splits Movie”, baseado num programa que tinha bonecos gigantes com grande sucesso entre o final dos anos 60 e início dos 70. Continuar lendo

RESENHA: Brinquedo Assassino (2019)

[Por Osvaldo Neto]

Antes de conversar com o leitor do Toca o Terror sobre o novo Brinquedo Assassino em si, o rapaz que vos escreve gostaria de convidá-los a se lembrar de um passado recente. Um passado em que as redes sociais poderiam até existir, mas não eram tão invasivas e não chegavam a criar ou destruir tantas expectativas quanto ao consumo de um produto audiovisual (seja filme ou série de TV) que ainda será lançado daqui a uns bons meses. Continuar lendo

EVENTO: Maratona de filmes nesta Sexta-feira 13 no MIS-SP

Mais uma vez, o MIS-SP (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) preparou uma maratona de filmes para os fãs de terror aproveitarem a madrugada da Sexta-Feira 13. Em parceria com a Sony Pictures Home Entertainment, o Museu traz uma seleção especial de longas contemporâneos do gênero, que serão exibidos em sequência: Corra!, Nós e Mãe!. E, para abrir a programação, o público irá conferir o curta Nervo, desenvolvido pelo 3º Núcleo Experimental de Cinema do MIS. Continuar lendo

RESENHA: IT – Capítulo 2 (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

It: Capítulo Dois (2019) foi pensado e executado para ser épico. O longa teve um orçamento de aproximadamente 70 milhões de dólares, quase o dobro do seu antecessor, e a campanha publicitária alardeou que, com suas 2h49, ele seria um dos filmes de terror mais longos da história. Soma-se a isso um elenco estrelado com Jessica Chastain e James McAvoy e temos o blockbuster do gênero do ano. Continuar lendo

RESENHA: Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro (2019)

[Por Jarmeson de Lima]

Emulando aquelas pequenas aventuras mescladas com horror e suspense que tanto fizeram sucesso nos anos 80, chega aos cinemas “Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro“. A produção é assinada por ninguém menos que Guillermo Del Toro e a direção do norueguês André Øvredal, que já nos trouxe ótimos filmes como “A Autópsia” e “O Caçador de Trolls“. Continuar lendo