LIVRO: VHS – Verdadeiras Histórias de Sangue

Dizem que segredos não sobrevivem por muito tempo em cidades pequenas. Mas, no fictício lugarejo de Três Rios, eles estão por toda parte há tempo demais. Sombrios, aterrorizantes e indecifráveis — um espelho da cidadezinha onde tudo aquilo que é estranho e profano sempre encontra um jeito de se manifestar na superfície. Sentiu um frio na espinha? É nisso que dá o encontro do autor César Bravo com a Darkside Books. Continuar lendo

RESENHA: Eli (2019)

[Por Rodrigo Rigaud]

Filmes de terror protagonizados por crianças. Quantos? Muitos! E aqui vai a resenha de mais um. E mais um horror “daqueles”, assinado pelo selo Netflix – que já nos trouxe coisas boas, vá lá, que mostram que a galera do streaming também manja do gênero. Mas o algoritmo (sempre ele) insiste em, também, fazer aqueles filmes protótipos, que são um amontoado de ideias milimetricamente copiadas de obras consagradas ou não e fundidas em um novo projeto. Apesar das boas intenções, Eli segue por esse exato caminho. Continuar lendo

HQ: Lançamento – “A Máscara da Morte Branca”

Assombração pernambucana de Branca Dias ganha revista em quadrinhos

Parte integrante do rico panteão de personagens lendários e aterrorizantes das histórias de medo pernambucanas, a judia portuguesa Branca Dias é conhecida por, em noites enluaradas, lavar talheres no Açude do Prata – localizado no bairro de Dois Irmãos, Zona Norte do Recife. Encarcerada durante dois anos pela Inquisição no país natal, ela conseguiu fugir para o Brasil e seu espírito não descansa em paz enquanto houver perseguição e injustiça. Continuar lendo

RESENHA: Medo Profundo – O Segundo Ataque

[Por Felipe Macedo]

Aquilo que vem do fundo dos mares e dos rios sempre causou fascínio e medo no público. Os produtores de cinema sabendo disso lotaram salas de exibição e locadoras com obras ameaçadoras com criaturas das profundezas. Com o sucesso esmagador de Tubarão (1975), vieram incontáveis versões e variações do tema. Nos últimos anos, esse tipo de filme estava meio esquecido, mas com o sucesso de MegaTubarão (2018) e o primeiro Medo Profundo (2017) parece que o interesse dos produtores voltou, dando até sequência a este último citado. Continuar lendo

RESENHA: O Farol (2019)

[Por Rodrigo Rigaud]*

Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. Continuar lendo

RESENHA: Doutor Sono (2019)

[Por Osvaldo Neto]

As adaptações das obras de Stephen King, um escritor que goza de imensa popularidade internacional, são quase que um subgênero do horror no cinema e TV. Desde que Brian De Palma fez CARRIE – A ESTRANHA que filmes e séries baseados e/ou inspirados pelo autor são produzidos em escala massiva e geram bastante expectativa para quem acompanha o gênero. Chegando às salas comerciais pouco após IT – CAPÍTULO 2, DOUTOR SONO é a segunda grande produção da Warner Bros com a grife S. K. lançada em 2019 com estreia nacional nesta semana.

Continuar lendo

RESENHA: Contato Visceral (2019)

[Por Jarmeson de Lima]

Sinceramente, alguns títulos traduzidos da Netflix atrapalham mais do que ajudam na hora de decidir o que ver. Se não fosse alguns colegas falarem bem de “Wounds“, eu jamais chegaria perto de assistir o filme que está no catálogo de streaming com o nome de “Contato Visceral“. Dirigido por Babak Anvari, o mesmo autor de “À Sombra do Medo” (Under The Shadow), esta produção com selo Netflix vai fisgar a atenção de quem curte um horror sobrenatural perturbador.

Continuar lendo

RESENHA: Os 3 Infernais (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Rob Zombie confia demais no carisma dos seus personagens. Ele já deve ter ouvido muito por aí que seu filme mais elogiado pelo público é Rejeitados pelo Diabo (2005). E isso provavelmente fez com que o rockeiro diretor se animasse para voltar a esse universo em mais uma empreitada cinematográfica, agora fechando a trilogia começada em A Casa dos 1000 Corpos (2003). Continuar lendo

SÉRIE: Marianne (2019)

[Por Felipe Macedo]

Histórias de bruxas sempre fascinaram o público. Sejam elas voltadas pra algo mais assustador ou infantil, essas personagens sempre causaram certo impacto. A lenda da bruxa má povoa nossa imaginação desde a infância em histórias como “João e Maria” e depois na vida adulta em filmes como “Suspiria”. A Netflix sabendo do interesse sobre o tema e na falta de produções atuais sobre o assunto, trouxe recentemente para seu catálogo a série francesa “Marianne” prometendo noites insones para o público. Continuar lendo

RESENHA: Campo do Medo (2019)

[Por Felipe Macedo]

Stephen King realmente está em alta nos últimos anos inspirando sucessos como a saga It- A Coisa (2017) e o remake de Cemitério Maldito (2019). A Netflix que não é boba, já tinha adaptado outras historias do autor como fez em Jogo Perigoso (2017) e 1922 (2017) e agora volta com a adaptação de conto escrito em parceria com o também autor Joe Hill. A nova obra em questão chama-se em terras tupiniquins de Campo do Medo. Continuar lendo