RESENHA: O Escolhido (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

A nova produção brasileira da Netflix aposta no suspense sobrenatural, usando tudo o que o território nacional tem a oferecer no quesito geografia, como rios e florestas. Situada no Mato Grosso (apesar de ser filmada no Tocantins), O Escolhido começa mostrando a ingrata missão de uma equipe médica indo até um vilarejo no meio do pantanal, vacinar a população contra uma epidemia de Zika que ameaça toda a região. Continuar lendo

RESENHA: A Mata Negra (2018)

[Por Jota Bosco]

Começo logo essa resenha dizendo que sou suspeito pra falar do trabalho de Rodrigo Aragão pelo motivo de: sou tiete! O cara é, sem sombra de dúvidas, o maior representante das produções de horror no país atualmente. Passo a passo foi crescendo como produtor e diretor, conquistando seu espaço e indo, apesar dos poucos recursos, onde ninguém tinha ido antes no gênero aqui no país. Faz filme com cara de produção hollywoodiana e consegue até captação de verba por edital sem ser filme de gente que mora no Sertão com mensagem bonita no final. Continuar lendo

RESENHA: Motorrad (2018)

[Por Felipe Macedo]

Não é tão comum ter um filme de terror produzido no nosso país e que tenha uma grande distribuição vinda de uma major, nesse caso, a Warner. O exemplo nesse caso é o slasher Motorrad, que estreou nos cinemas recentemente com a proposta de ser algo diferente feito nesse sub-gênero e de quebra dar uma guinada na produção de filmes de terror tupiniquins com grande alcance do público geral, não ficando restrito a festivais do gênero. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Curtas de terror dirigidos por mulheres

[Por Gabriela Alcântara]

Esses dias eu estava conversando com uma aluna que me pediu dicas de filmes de terror dirigidos por mulheres para assistir nas férias. Sabemos que o mercado ainda é dominado por homens, mas há alguns anos é possível ver cada vez mais diretoras trabalhando o gênero – e inclusive trazendo narrativas interessantes e fora da caixinha. Me empolguei na lista e acabei relembrando bons filmes feitos por realizadoras, incluindo alguns curtas. Vale lembrar que essas diretoras também tem longas de gênero (ou que flertam com o horror)! Continuar lendo

EVENTO: Toca o Terror no X Janela Internacional de Cinema

Pelo quarto ano consecutivo, o Toca o Terror vai promover sessões especiais no festival Janela Internacional de Cinema do Recife. Neste ano, serão seis curtas e um longa dedicados ao horror nacional. A primeira aparição dos integrantes do Toca o Terror no evento será na Segunda (06/11), às 21h30, no Cinema São Luiz, apresentando a sessão do longa premiado “O NÓ DO DIABO“, de Ramon Porto Mota. Continuar lendo