RESENHA: Vidro (2019)

[Por Jarmeson de Lima]

Assim como os demais filmes deste universo narrativo, “Vidro” (Glass) não é uma história comum. Enveredando mais uma vez pelo universo semiótico dos quadrihos, M. Night Shyamalan desenvolve aqui uma história intrigante sobre os personagens que criou. Mas diferente de “Fragmentado” (Split), o foco neste longa recém-lançado foge um pouco do horror em si. Continuar lendo

RESENHA: Halloween (2018)

[Por Osvaldo Neto]

HALLOWEEN faz parte de uma tendência estranha no atual cinema comercial hollywoodiano que também é observada em casos como no recente O PREDADOR (2018) e na versão de CAÇA-FANTASMAS (2016), toda estrelada por um elenco feminino. São todos exemplares de franquias estabelecidas e de sucesso comprovado que parecem existir, primeiramente, para um público que não tem nenhuma familiaridade com os filmes mais antigos. Há também uma preocupação de não se ter um número no título, indicando que esse novo longa não seja alguma sequência ou ‘prequel’. Continuar lendo

RESENHA: A Primeira Noite de Crime (2018)

[Por Felipe Macedo]

A violência e o caos durante uma noite são “soluções” para a desigualdade social e terror urbano? Se você tivesse coragem conseguiria expurgar alguém, para conseguir encontrar um suposto equilíbrio interior? Ou só se divertiria causando sofrimento e dor a um semelhante? A ideia da franquia “Uma Noite de Crime” é muito boa,mas nunca foi utilizada de maneira satisfatória. Continuar lendo