DICA DA SEMANA: The Mindscape of Alan Moore (2005)

[Por Geraldo de Fraga]

Falar de Alan Moore pra mim é fácil. O cara escreveu A Voz do Fogo, um dos meus livros de cabeceira, o homem repaginou as histórias do Monstro do Pântano, transformando o personagem em um dos maiores ícones dos quadrinhos de terror e o cidadão também criou ninguém menos que John Constantine. Esse inglês ainda juntou vários clássicos do horror e inúmeras referências do gênero para montar A Liga Extraordinária. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Undocumented (2010)

[Por Jarmeson de Lima]

Se você pesquisar pela palavra “undocumented” na Netflix, você vai achar só um filme. No caso, este de mesmo nome no qual indico a vocês e falarei a respeito nas próximas linhas. É uma obra de ficção montada como documentário found-footage. Mas se você procurar pelo mesmo termo no YouTube, vai encontrar inúmeros videos reais sobre os atuais “undocumented” da Era Trump. Pessoas deportadas, expulsas dos Estados Unidos e sem previsão de volta simplesmente pelo fato de não terem nascido naquele pedaço de chão.
Continuar lendo

DICA DA SEMANA: The Nightmare (2015)

[Por Felipe Macedo]

Imaginou estar deitado em sua cama e não conseguir se mover ou falar? A situação por si já é assustadora e traumática, agora adicione uma ameaça sobrenatural que te ataca nessa situação? “The Nightmare” apresenta vários relatos de pessoas comuns que passaram por momentos de desespero durante o sono. E é justamente nisso que o longa de Siegfried Peters que está no catálogo da Netflix se foca. Continuar lendo

EVENTO: Cineclube Toca o Terror – Maio/2017

NOVAS OBRAS DE REALIZADORES NACIONAIS EM CARTAZ NO CINECLUBE TOCA O TERROR

Neste sábado (20), o Cineclube Toca o Terror apresenta duas obras de bravos diretores nacionais do gênero horror. “Embaraço” (2016), curta de Fernando Rick e o documentário “Fantasticozzi” (2016) dirigido por Felipe M. Guerra estão na sessão do cineclube neste mês no auditório do MAMAM a partir das 16h com entrada gratuita. Continuar lendo

RESENHA: Beware the Slenderman (2016)

[Por Geraldo de Fraga]

No dia 31 de maio de 2014, as adolescentes Morgan Geyser e Anissa Weier, então com 12 anos, atacaram uma colega de classe num bosque de Waukesha, subúrbio de Milwaukee. Morgan esfaqueou a garota 19 vezes e, junto com Anissa, a abandonou para morrer. A menina, porém, conseguiu fugir e pedir ajuda. As agressoras foram presas e, na delegacia, confessaram que a tentativa de assassinato foi uma forma de “agradar o Slenderman”. Continuar lendo

DOCUMENTÁRIO: Best Worst Movie (2009)

Best-Worst-Movie-poster

Por Jarmeson de Lima

Falar bem de um filme bom é fácil. Falar mal de um filme ruim também. Difícil é falar de um filme assumidamente ruim de maneira que você se interesse em vê-lo sabendo disso. Apesar das produções da The Asylum tentarem, até agora não surgiu filme pior (pelo menos dentre a maioria dos que assistiram) do que “Troll 2”, lançado em 1990 por Claudio Fragasso. Continuar lendo

DOCUMENTÁRIO: Corman’s World – Exploits of a Hollywood Rebel (2011)

No dia 05 de abril comemoramos o aniversário de ninguém menos do que Roger Corman. O homem, a lenda, o diretor que influenciou todo o cinema independente na segunda metade do século XX. Responsável por revelar Jack Nicholson e cultuado por Scorsese, Corman é a prova viva de que não ter grana não significa não fazer o que gostaria. Continuar lendo

DOCUMENTÁRIO: O Universo de Mojica Marins

IvanCardoso_ZedoCaixao

Em 1978, o diretor Ivan Cardoso fez um documentário sobre José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Mas quem era Mojica em 1978? Um ser exótico, com certeza, uma aberração, um objeto não identificado dentro do cinema brasileiro ou uma simples atração de um teatro de horrores. Uma coisa é certa: ele não era levado muito a sério. E seus principais filmes estavam fora de circulação há muito tempo. Continuar lendo

LISTA: Found Footages que valem a pena serem vistos

[Por Jarmeson de Lima]

Queira ou não queira, o estilo Found Footage já é uma tendência bastante apreciada pelos realizadores de terror. No entanto, este formato “barato” de filmar também sacrifica e muito a qualidade das obras. Consequentemente vemos uma banalização desta estética com um bocado de filme ruim e com produções caras metidas a cult só porque tem uma câmera tremida e imagens de baixa resolução.

Mas como somos bonzinhos, vamos aqui fazer uma lista com 10 filmes neste estilo com diferentes temáticas que valem a pena serem assistidos. Continuar lendo