EVENTO: Toca o Terror no X Janela Internacional de Cinema

Pelo quarto ano consecutivo, o Toca o Terror vai promover sessões especiais no festival Janela Internacional de Cinema do Recife. Neste ano, serão seis curtas e um longa dedicados ao horror nacional. A primeira aparição dos integrantes do Toca o Terror no evento será na Segunda (06/11), às 21h30, no Cinema São Luiz, apresentando a sessão do longa premiado “O NÓ DO DIABO“, de Ramon Porto Mota. Continuar lendo

AGRADECIMENTOS: Sessão Toca o Terror no Janela de Cinema

Sessao-TOT_Janela-2015

[Por Queops Negronski]

Na última sexta-feira 13, pela segunda vez, o Toca o Terror teve o privilégio de ser parceiro em mais uma sessão no Janela Internacional de Cinema do Recife, um dos maiores festivais de cinema do país. Lembro que no ano passado, ao ir conversar com Kleber Mendonça Filho, cineasta e mentor do festival, fui com o coração na mão. Mentira, fui com todos os orgãos (todos se liquefazendo) na mão, tamanho era o nervosismo. Continuar lendo

EVENTO: Janela Internacional de Cinema do Recife (2014)

Janela_abertura.-foto-Tiago-Calazans-1024x683

Realizado desde 2008 por Kleber Mendonça Filho e Emilie Lesclaux, o Janela Internacional de Cinema do Recife é o festival mais concorrido da cidade com mostras de curtas, programa de clássicos e seleções especiais projetados em 2 e 4K, DCP (Digital Cinema Package) e 35mm. De 24 de outubro a 2 de novembro, 130 filmes de 17 países, oficinas, palestras e convidados nacionais e estrangeiros ocuparão os cinemas São Luiz e da Fundação, além de dois novos e importantes espaços da cidade: o Portomídia e Museu Cais do Sertão.

A sessão de abertura do Janela, dia 24 no Cinema São Luiz, conta com a exibição de O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper, restaurado em DCP 4k. Sobre o filme, diz o curador Kleber Mendonça: “Em 80 minutos, Hooper fez um museu de horrores de alta voltagem e onde a violência vem bem mais da agressividade da montagem, do som e dos objetos de cena do que de uma violência explícita. Os últimos 20 minutos, em especial, são uma descarga e tanto de terror e energia bruta”.

Sob o tema “Estradas Perdidas”, a quinta edição do Clássicos do Janela traz uma seleção de 13 títulos em cópias novas ou restauradas, nos formatos DCP e 35mm, com títulos emblemáticos do horror, aventura e ficção-científica. Entre eles: Alien – O Oitavo Passageiro, de Ridley Scott, O Comboio do Medo, de William Friedkin e Mad Max 2, de George Miller.

E como Programa Especial convidado do Janela, o Toca o Terror exibe uma seleção com sete curtas de quatro países, entre eles, Too Late (EUA), de Rani Naamani; Ruído Branco (Brasil), de Mateus Neiss e Lucas Sá; The Backwater Gospel (Dinamarca), de Bo Mathorne e O Segredo da Família Urso (Brasil) de Cíntia Domit Bittar.

Mais informações: http://www.janeladecinema.com.br