RESENHA: Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

[Por Geraldo de Fraga]

Não foi a primeira vez que o segundo filme de um cineasta promissor despertou interesse de forma demasiada. Após estrear com o ótimo Hereditário (2018), todo mundo queria saber o que Ari Aster aprontaria em seguida. Quando os trailers de Midsommar: O Mal Não Espera a Noite começaram a surgir, a empolgação tomou conta, já que o longa prometia uma incursão por dentro de uma seita esquisita no meio do nada e isso não podia dar errado. Continuar lendo

GAME: Dark Pictures – Man of Medan

[Por Felipe Macedo]

Jogos de terror não são novidade e sempre estiveram presente desde a época do Atari. Atualmente com o mercado indie forte, tivemos um boom desse gênero com jogos como a maravilhosa franquia Outlast. A Supermassive Games não é uma estranha no estilo, tendo entregado o ótimo slasher “Until Dawn” (2015) exclusivamente para o Playstation 4 e voltando nesse ano com a proposta de uma antologia de oito jogos de horror, chamados de Dark Pictures e tendo Man of Medan como o primeiro game. A aposta é num jogo de terror cinematográfico, onde assistimos e tomamos decisões que influenciam a história. Continuar lendo

RESENHA: A Maldição da Casa Winchester (2018)

[Por Felipe Macedo]

Filmes sobre casas assombradas e suas maldições inundam os cinemas de tempos em tempos, criando uma série de repetições sem fim dentro desse sub-gênero sem trazer nada de novo. Quando “A Maldição da Casa Winchester” (Winchester) foi anunciado, me peguei surpreso não por se basear em mais um caso supostamente real de assombração e sim pela presença da premiada atriz Helen Mirren encabeçando o elenco. Como ela costuma participar de obras ao menos divertidas, criei uma certa expectativa sobre o projeto. Continuar lendo

RESENHA: Parasites (2016)

[Por Felipe Macedo]

Filmes cuja estética suja e que remetem a clássicos de décadas passadas sempre vão chamar minha atenção, como foi o caso desse “Parasites”, realizado ano passado e de orçamento notavelmente modesto. A história do longa é bem basicona e já vimos em várias vezes. Um grupo de rapazes de fraternidade estão girando por uma grande cidade americana quando acabam se perdendo e acabam sendo vítimas de uma violência jamais imaginada por eles. Continuar lendo

RESENHA: A Cura (2017)

cure_for_wellness

[Por Felipe Macedo]

O novo filme do diretor Gore Verbinsk (da primeira trilogia Piratas do Caribe e do remake de O Chamado) estreou recentemente nos cinemas tupiniquins com promessa de trazer um terror mais maduro, longe dos jumps scares e com uma trama inteligente e chocante. “A Cura” não traz grandes nomes conhecidos no elenco mas seu trailer misterioso chamou a atenção dos fãs do horror cansados de obras teens. Mas será mesmo que o filme cumpre o que promete? Continuar lendo

RESENHA: Welp (2014)

Por Geraldo de Fraga

O estilo slasher sempre divide opiniões entre os fãs de terror. Há os que odeiam os roteiros repetitivos e clichês e existem aqueles que idolatram a violência desenfreada como a forma mais visceral de se fazer cinema de gênero. Esse segundo grupo ainda argumenta que os filmes de assassinos mascarados são responsáveis pelos maiores ícones do horror moderno como Jason Voorhees e Michael Myers. Continuar lendo

RESENHA: Stonehearst Asylum (2014)

MV5BNjg5NjU0MTM4N15BMl5BanBnXkFtZTgwMjU1NDQzMjE@._V1_SY1007_CR25,0,630,1007_AL_[1]

Por Geraldo de Fraga

A distribuição de filmes no Brasil é tão maluca, que um longa produzido por Mel Gibson, baseado em um conto de Edgar Allan Poe, e que conta com um elenco estrelado, não tem nem previsão de chegar a esse lado da Linha do Equador. Stonehearst Asylum (2014), mas que consta no IMDB como Eliza Graves, nome com que foi lançado na Inglaterra, foi a bola da vez. Continuar lendo