SÉRIE: Slasher – S03 – Solstício (2019)

[Por Felipe Macedo]

Depois de um hiato de dois anos, a série de terror Slasher retorna para mais uma temporada na Netflix. Mais uma vez, a produção promete emoções e diversão para quem adora uma história envolvendo um assassino mascarado. Se na segunda temporada tivemos situações que ocorreram em um ambiente isolado e frio, esta aqui tenta dar um tempero a mais numa história de assassinatos com um rol bem diversificado de personagens.
Continuar lendo

RESENHA: Maligno (2019)

[Por Felipe Macedo]

Filmes com crianças malvadas existem a rodo. E há um bom tempo quando é anunciado um novo com essa temática, é de se esperar uma certa desconfiança. Ainda mais quando é algo mainstream. “Maligno”, já adianto, não foge à regra e é uma colcha de retalhos de outras produções famosas, conforme vou dizer mais na frente. Não é essa bomba como muitos podem imaginar. Para quem não se importa com o cinemão pipoca, esse longa vai lhe divertir ao ver as maldades de Miles e as desventuras de seus pais. Continuar lendo

RESENHA: Vende-se Esta Casa (2018)

[Por Jarmeson de Lima]

Não foi a Netflix que criou os filmes de terror inofensíveis e genéricos de hoje em dia, nem muito menos vai ser quem vai acabar com isso. Ao contrário… parece que quanto mais filmes esquecíveis se produzem, mais gente vai querer investir neste filão. “Vende-se Esta Casa” (The Open House) é um destes exemplos. É o típico filme que começa clichê e acaba indo a lugar nenhum. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Parceiros da Noite (1980)

[Por Felipe Macedo]

No inicio da década de 80, o diretor William Friedkin e o astro Al Pacino se juntaram para contar uma ousada e forte história que mostrava assassinatos de gays cometidos por um assassino também homossexual que ao que tudo indicava não lidava bem com sua sexualidade. Se hoje em dia, o tema já é pesado e polêmico, imagina quase 40 anos atrás? “Parceiros da Noite” (Cruising) nasce numa época em que o preconceito era bem maior, a AIDS estava surgindo e era conhecida como “praga gay”.

Continuar lendo

DVD: Cidadão X (1995)

CIDADÃO X é um título merecidamente citado em inúmeras listas de filmes baseados e/ou inspirados nos crimes reais de assassinos em série. Com um roteiro baseado no livro “The Killer Department: Detective Viktor Burakov’s Eight-Year Hunt for the Most Savage Serial Killer in Russian History” de Robert Cullen, o longa segue os esforços e frustrações do detetive Viktor Burakov (Stephen Rea) e de seu superior, o coronel Mikhail Fetisov (Donald Sutherland) na luta para por um fim ao reinado de horror do serial killer Andrei Chikatilo (um excelente Jeffrey DeMunn), que estuprou, mutilou e matou mulheres e crianças por mais de uma década em Moscou de 1978 a 1992. O caso só viria a ser investigado em 1982. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: House on Sorority Row (1983)

[Por Felipe Macêdo]

Os ‘slasher movies’ tiveram seu ápice no inicio dos anos 80, devido ao sucesso de filmes como Haloween (1978) e Sexta-Feira 13 (1980). Foi quando surgiram vários clones desses exemplos e todos queriam tirar uma fatia desse sucesso. Em 1983, Mark Rosman, um jovem diretor veio com um ótimo exemplar chamado House on Sorority Row e fez do feijão com arroz algo bastante saboroso e divertido. Continuar lendo

RESENHA: O Evangelista (The Evangelist, 2017)

[Por Osvaldo Neto]

Dificilmente, o home video brasileiro deve lançar um filme de gênero norte-americano tão independente quanto O Evangelista ao longo deste ano. Com lançamento da Focus Filmes, esse thriller conta a história de um assassino em série – interpretado pelo também produtor Keith Collins – que mata as suas vítimas de acordo com o que ele acredita ter aprendido com a Bíblia. Daí o nome do longa que ainda recebeu os títulos de “Clean Cut” e “The New Jersey Ripper” para se chegar ao novo título – e claramente superior – quando ele conseguiu distribuição. Continuar lendo

PACK: Obras Primas do Cinema – “Serial Killers” (2016)

box-serial-picsart_09-24-02-59-52

[Por Osvaldo Neto]

A Obras-Primas do Cinema é uma nova distribuidora que tem ganho o seu merecido espaço com uma acertada sequência de lançamentos interessantes para o cinéfilo colecionador do ano passado para cá. E ela surpreendeu o público do horror em Julho passado quando anunciou publicamente o nome do seu primeiro ‘pack’ temático: “Serial Killers”. Continuar lendo