DICA DA SEMANA: Pânico em Lovers Lane (1999)

[Por Felipe Macedo]

Slasher movies são e sempre vão ser minha grande paixão. Adoro suas tramas bobas e as motivações estapafúrdias que levam a suas realizações. Contextualizando, “Pânico em Lovers Lane” faz parte do slasher boom que aconteceu na segunda metade dos anos 90 devido ao sucesso de Pânico. Foi quando todo rostinho jovem e bonito vindo de séries de tv tentava a sorte no cinema fugindo de serial killers que odiavam a libido de seus personagens. Continuar lendo

CURTA: Treevenge (2008)

O que aconteceria se as árvores de Natal resolvessem se vingar dos humanos por conta da derrubada anual de pinheiros unicamente para enfeitar as casas das pessoas? O sádico massacre pode ser visto em “Treevenge”, curta de 2008 que marca o início da carreira cinematográfica de Jason Eisener, que depois veio a realizar obras como “Hobo with a Shotgun” e segmentos das antologias “ABCs da Morte” e “V/H/S”.

Continuar lendo

RESENHA: Halloween (2018)

[Por Osvaldo Neto]

HALLOWEEN faz parte de uma tendência estranha no atual cinema comercial hollywoodiano que também é observada em casos como no recente O PREDADOR (2018) e na versão de CAÇA-FANTASMAS (2016), toda estrelada por um elenco feminino. São todos exemplares de franquias estabelecidas e de sucesso comprovado que parecem existir, primeiramente, para um público que não tem nenhuma familiaridade com os filmes mais antigos. Há também uma preocupação de não se ter um número no título, indicando que esse novo longa não seja alguma sequência ou ‘prequel’. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Jantar Sangrento (1987)

[Por Felipe Macedo]

Os anos 80 ainda escondem certas pérolas para amantes de filmes trash e que merecem ser conhecidos. Jantar Sangrento (Blood Diner) é uma dessas. Na verdade, eu já tinha ouvido falar sobre essa beleza algum tempo atrás e não tinha dado a devida importância. Só depois de assistir é que me arrependi de não ter visto antes acompanhado de algumas brejas para a experiência ser ainda mais divertida. Continuar lendo

DICA DA SEMANA: Shock – Diversão Diabólica (1984)

[Por Jota Bosco]

Shock – Diversão Diabólica é considerado o primeiro “slasher” nacional (apesar de achar que ele flerta muito mais com o giallo italiano do que com o subgênero americano). Foi bastante comparado a filmes como “Halloween” e “Sexta-Feira 13” em seu lançamento, apesar do diretor Jair Correia bater o pé em afirmar que sequer tinha visto esses filmes e depois que viu, detestou! Continuar lendo

GAME: Slayaway Camp – Butcher’s Cut (2018)

[Por Felipe Macedo]

No inicio da década de 80 e até perto do seu final, o cinema foi dominado pelo slashers. Independente da sua qualidade, eles arrastavam multidões às salas de exibição, gerando lucros aos estúdios que realizavam infinitas continuações de cada um. O tempo passou, assim como a era de ouro dos slashers, mas a memória afetiva dos fãs continua forte e a maior prova disso é o game Slayaway Camp , um puzzle que homenageia e satiriza esse amado subgênero. Continuar lendo