GALERIA: George A. Romero (1940-2017)

“Romero é dono de uma obra que abordou racismo, segregação, desigualdade social, consumismo e questões existenciais de modo original. Só que ele fez isso no gênero do terror, que sofre muito preconceito. O terror mexe com as pessoas, com medos mais sombrios e as crenças da plateia, que precisa confrontar os seus medos. E a plateia muitas vezes não quer enfrentar medos, mas busca entretenimento leve…”
(Mario Abbade, crítico e curador da mostra “George A. Romero – A Crônica Social dos Mortos-Vivos” exibida pelo CCBB em 2016)

Continuar lendo